e-Democracia


Por enquanto estamos atendendo as eleições internas da UFSC em um serviço beta. O sistema está funcional, mas estamos aprimorando os procedimentos.

A solicitação de agendamento é feito via abertura de chamado no seguinte link

https://otrs.setic.ufsc.br/otrs/customer.pl?Action=NewTicketWizard;ServiceID=159

Neste período beta do serviço só conseguiremos atender uma eleição por vez, não tendo condições de atendimento de eleições simultâneas. Para consulta, mantemos uma agenda pública de eleições agendadas. 

ACESSAR AGENDA DE ELEIÇÕES

 


Público alvo: UFSC

Para os segmentos transcritos abaixo:

  • eleição para coordenação dos cursos de graduação e pós-graduação;
  • eleição pare representação discente para o colegiado dos cursos de graduação e pós-graduação;
  • eleição pare representação docente para o colegiado dos cursos de graduação e pós-graduação;
  • eleição para chefia de departamento;
  • eleição para direção de centro, de campi e de unidades administrativas;
  • eleição para representação de servidor técnico-administrativo no Conselho da unidade;
  • eleição para representação discente no Conselho da unidade;
  • eleição para representação de servidor técnico-administrativo nos Conselhos Superiores;
  • eleição para representação docente do Centro no Conselho Universitário.

Pré-requisito que compete ao solicitante:

  • Enquadrar-se em um tipo de eleição possível descrita em público-alvo;
  • Ter em sua normativa autorização para realizar a eleição por meio de sistema eletrônico de votação;
  • Ter consentimento prévio expresso do superior hierárquico de grau máximo dentro da sua unidade;
  • Dispor de Comissão Eleitoral responsável por todos os atos da eleição;
  • Dispor de relação de eleitores contendo: idUFSC (sem @ufsc.br), e-mail institucional e nome completo, distribuídos em 3 colunas de uma planilha do excel;
  • Dispor de lista de candidatos (titulares e suplentes) na ordem em que devem constar na cabine de votação online.

Prazo mínimo para solicitação:

  • Duas semanas antes da data marcada para a eleição.

Limitação:

  • Só é possível atender uma eleição por vez. Desse modo, é preciso verificar a agenda para garantir que não haja outra eleição para o mesmo dia usando o e-Democracia;
  • Todos os eleitores devem ter idUFSC, sendo responsabilidade do próprio usuário a regularização do mesmo. Para testar, peça aos eleitores para acessarem ao menos uma vez o link https://idufsc.ufsc.br

Sobre o Sistema de Votação On-line – Helios

O Sistema de Votação On-Line e-Democracia disponível no endereço https://e-democracia.ufsc.br  utiliza o sistema Helios e permite a realização de eleições através da Internet, com auditoria aberta ao público (End-to-end voter verifiable – E2E). Trata-se de um software livre, com documentação técnica e de usuário, facilitando assim o processo de auditoria da solução. Na UFSC foi utilizada uma modificação feita pelo IFSC da versão original do projeto, disponível em https://vote.heliosvoting.org, para permitir integrar com nossa base de usuários, para traduzir a interface para a língua portuguesa e também alguns ajustes para melhorar sua usabilidade. O código fonte desta versão do IFSC, bem como os manuais para instalação, estão disponíveis no endereço: https://github.com/ifsc/server . O Helios faz uso de criptografia homomórfica de forma que é possível computar o resultado final de uma eleição sem que seja necessário ter acesso ao voto em claro (descriptografar o voto) individual de cada eleitor.

O Helios permite que:

  • O eleitor verifique se seu voto foi depositado corretamente
  • Que todos os votos depositados na urna sejam exibidos publicamente em sua forma criptografada
  • Que qualquer um possa verificar que os votos depositados na urna foram corretamente apurados

O Helios não permite que:

  • A escolha de um eleitor (seu voto) seja revelada, mesmo que este eleitor queira revelar (p.e. apresentando um recibo de votação)
  • O voto de um eleitor seja adulterado ou excluído

Nesta página tem a documentação técnica caso o interessado queira desenvolver a sua própria ferramenta para auditoria. Tom Roeder, Engenheiro de Software da Google  (2015) e pesquisador em segurança e criptografia, com base nessa documentação, implementou o Pyrios, uma biblioteca em Go para verificar as eleições conduzidas por qualquer instalação do Helios versão 3. O código fonte desta biblioteca, bem como as instruções de uso, estão disponíveis no github.